O que eu aprendi sobre gestão de pessoas quando conheci a Netflix no Vale do Silício

Eu tive a oportunidade de morar um tempo nos EUA, passei por alguns lugares muito interessantes como o Texas, Las Vegas, Colorado e Califórnia. Acredito que o que pude viver nesses lugares daria tranquilamente um bom livro, mas neste momento vou compartilhar o que eu acredito ser um dos maiores aprendizados que tive como empreendedor do mundo da tecnologia em toda minha vida.

Eu conheci diversas empresas por lá, trabalhei em espaços colaborativos chamados de co-workings onde o cheiro da inovação e da colaboração emanam no ar. Todos nadam em um único sentido, a evolução da nossa sociedade e o mindset (pensamento) global. Hoje eu vou contar um dos assuntos que abordei com um engenheiro da Netflix, lá mesmo em uma das salas de reunião da empresa no Vale do Silício, pasmem: esse papo mudou a minha vida. Então continue lendo para saber mais.

A Netflix

Você já deve ser assinante ou, no mínimo, ter ouvido falar da Netflix. Ela é o principal serviço de entretenimento por internet do mundo! Atualmente, cerca de 125 milhões de pessoas assinam, em mais de 190 países. Os assinantes têm acesso a diversos filmes e séries, para assistir quando e onde quiserem via streaming. Mas, afinal, como a Netflix conseguiu chegar em resultados tão incríveis? Vamos voltar um pouquinho no tempo para entender essa história.

Tudo começou no ano de 1997, quando Reed Hastings e Marc Randolph fundaram a Netflix. Sua proposta já era inovadora: um serviço online de locação de filmes. Então, em 1999, foi lançado o serviço por assinatura. Por um valor fixo mensal, o assinante poderia acessar ao site e escolher ilimitadamente quais filmes gostaria de assistir (até aí, bastante semelhante ao serviço atual), porém, os filmes eram enviados em DVDs para a pessoa.

No ano 2000, a empresa começou a ter um sistema de recomendação personalizada de filmes para os seus assinantes, a partir das classificações deles próprios. Após o enorme crescimento do número de assinantes, em 2007, a Netflix começou a oferecer a transmissão de filmes e séries online. Então, em 2011, o serviço se expandiu ainda mais, chegando na América Latina e Caribe. Com o passar dos anos, o crescimento segue, levando a Netflix para o mundo todo.

Além de oferecer a exibição de filmes e séries, em 2013, a Netflix teve a sua primeira produção original, a série House of Cards, que venceu o Emmy em três categorias no mesmo ano! Desde então, são lançados novas produções constantemente. A partir do seu enorme banco de dados, a Netflix conhece bem o comportamento de uso e os gostos dos seus usuários, conseguindo lançar filmes e séries que agradam seus assinantes.

Competimos com todas as atividades que os consumidores têm à sua disposição em seu tempo de lazer. Isso inclui assistir conteúdo em outros serviços, mas também ler um livro, navegar no YouTube, jogar videogames, socializar no Facebook, sair para jantar com amigos ou desfrutar de um copo de vinho com seu parceiro, apenas para nomear algumas. Ganhamos uma fração minúscula do tempo e dinheiro dos consumidores, e temos muitas oportunidades de ganhar mais parte do tempo de lazer, se pudermos continuar melhorando.
Traduzido de: https://ir.netflix.com/faq.cfm#Question34896

O Vale do Silício

A Netflix "mora" em diversos lugares do mundo. Mas a sua sede principal fica no Vale do Silício, em Los Gatos, na Califórnia. O Vale do Silício é o polo de inovação mais conhecido do mundo. Lá, também ficam as sedes de empresas incríveis, como Facebook, Apple e Google, além das renomadas Universidade de Stanford e Universidade da Califórnia. O Vale é conhecido por reunir pessoas com vontade de transformar o mundo, com muito conhecimento e capital de investimento. Por isso, grandes tecnologias e inovações são criadas neste local.

Mas o que eu aprendi na Netflix?

Quando eu entrei na sede da empresa já fiquei bastante impactado. Era um ambiente realmente lindo, tecnológico e ao mesmo tempo acolhedor. Eu me senti muito bem, fui extremamente bem recebido pelas pessoas que me viram, fui literalmente acolhido. Pensei: "Ahhh, se todo ponto de vendas do Brasil fosse assim..."

Enquanto andava por dentro da empresa, no trajeto que ia da porta de entrada até a sala de reuniões que estava reservada pra gente, fui observando o comportamento das pessoas. Ok, também observei todos os quadros das séries mais legais nas paredes da empresa. Inspirador!

Finalmente chegamos na sala, existia uma TV gigante conectada a uma ferramenta de videoconferências e uma mesa proporcionalmente igual, enorme. Pense você, eu ia falar com um engenheiro. O caminho mais lógico seria abordar temas relacionados a tecnologia, performance, etc. E realmente falamos sobre isso, mas o aprendizado que mudou a minha forma de pensar gestão de pessoas aconteceu com a resposta da seguinte pergunta:

"Como que a Netflix mantém seus colaboradores motivados e engajados com a missão da empresa?"

Eu já tinha visitado outras empresas, então já tinha certeza que a questão não era apenas financeira. Pois do outro lado da rua, ou a alguns quarteirões de distância, estavam lá empresas como Facebook, Google, Adobe, Amazon, Salesforce… Ou seja, todas estas empresas pagam os melhores salários do mundo. A concorrência é realmente acirrada.

A resposta do engenheiro foi a seguinte:

"Aqui na Netflix nós incentivamos o colaborador a bater na porta das empresas concorrentes, apresentar seus projetos realizados, seu conhecimento, sua forma de pensar. Além disso, é fundamental que o colaborador pergunte nas empresas concorrentes quanto elas pagariam pelo trabalho dele. A Netflix cobre a oferta se o colaborador tiver atingido suas metas, que incluem obrigatoriamente inovação."

Receba oportunidades de emprego no seu e-mail!

Finalizou dizendo:

"Rodrigo, aqui na Netflix nós só contratamos adultos".

É óbvio que eu entendi o recado, o adulto mencionado estava relacionado ao senso de responsabilidade que a pessoa tem que ter para estar lá. Nada mais justo do que ser remunerado dessa forma, não é mesmo?

E se essa moda pegar aqui no Brasil? Você ficaria feliz? Acredita que isto funcionaria aqui? Deixe seu comentário e me segue lá no Instagram também, estou sempre dando dicas bacanas nos stories. Também compartilhe com todos os seus amigos promotores e promotoras de vendas a nossa Fanpage, claro que somente se você estiver gostando dos nossos conteúdos e da nossa abordagem. 😊

Um forte abraço e até a próxima.