FIFO ou PEPS: conheça a técnica para otimizar as vendas no PDV

Organizar os produtos que se representa no PDV é uma das principais tarefas do promotor de vendas. Existem técnicas para fazer isso da melhor maneira. Uma estratégia que é muito utilizada é o FIFO (first in, first out) ou PEPS (primeiro a entrar, primeiro a sair).

Ambas as siglas se referem a mesma coisa: os produtos que foram produzidos antes ou estão mais próximos de ter sua validade vencida, no caso dos perecíveis, devem ser os primeiros a sair. Portanto, essa organização deve ser feita tanto no estoque, quanto nas prateleiras.

Receba oportunidades de emprego no seu e-mail!

Quais são as vantagens?

Se você ainda não tem certeza de que é interessante utilizar a técnica do FIFO ou PEPS, confira as vantagens abaixo:

1. Evita o desperdício

Ter que descartar produtos por envelhecimento ou vencimento do prazo de validade é um grande problema, pois todo o investimento que foi feito ali vai fora. Portanto, fazendo uma organização baseada no FIFO ou PEPS, tanto no estoque, quanto na prateleira, você consegue fazer com que a venda dos produtos mais antigos aconteça antes, evitando o desperdício.

2. Ajuda na organização dos produtos

A organização no PDV faz toda a diferença, tanto esteticamente, quanto funcionalmente. Com o FIFO ou PEPS, você consegue deixar a prateleira sempre abastecida com produtos novos, além de ter um maior controle. Para o shopper (quem compra), isso auxilia muito na compra.

3. Evita problemas com produtos vencidos

Esquecer produtos vencidos na prateleira é algo muito grave, pois pode trazer grandes transtornos para o PDV e, consequentemente, para a marca que você representa. Jamais deve ser vendido algo vencido ou antigo para o shopper. Portanto, o controle por meio do FIFO ou PEPS faz com que não aconteça esse tipo de problema.

4. Proporciona economia

Desperdício gera gastos desnecessários, ou seja, atrapalha o fluxo de caixa do ponto de vendas. Além disso, o FIFO ou PEPS faz com que se tenha um maior controle do estoque. Assim, evita-se acumular produtos no estoque, fazendo com que ocorra uma economia.

Como aplicar o FIFO ou PEPS?

Ao aplicar a técnica do FIFO ou PEPS, primeiramente, é importante fazer um planograma, ou seja, uma representação gráfica de como os produtos ficarão dispostos na prateleira, gôndola, etc. Para isso, é necessário conhecer o espaço disponível no PDV, podendo prever o posicionamento dos produtos e quantas unidades ficarão na frente.

Após ter esse planograma bem estruturado é só preencher o espaço disponível com os produtos, lembrando que os mais antigos sempre vão para frente, enquanto os mais novos ficam no fundo. Assim, você consegue garantir que as prateleiras estejam sempre com produtos em bom estado e dentro da validade.

Agora que você já conhece a técnica do FIFO ou PEPS, confira também o nosso Guia definitivo para a execução perfeita no PDV: da preparação ao pódio. Para ficar por dentro de tudo que publicamos no blog, é só assinar a nossa newsletter e acompanhar a página do Clube do Promotor no Facebook. Existem vários vídeos rápidos disponíveis que batizamos de Pílulas de Conhecimento. Aproveite!